A Igreja

A história da Primeira Igreja Batista de Aracaju (PIBA) tem início em uma época onde a evangelização, em Sergipe, dava seus primeiros passos. Foi através da fé e perseverança de três famílias, compostas por 13 membros, que a maior Igreja Batista do Estado de Sergipe foi erguida. Nascia então, em 19 de setembro de 1913, a Primeira Igreja Batista de Aracaju. Os primeiros cultos foram celebrados em uma humilde casa, situada à Rua São Cristóvão.

Sem sede fixa, a Primeira Igreja Batista de Aracaju passou por diversos endereços, como nas ruas Simão Dias, Arauá, Divina Pastora, Santo Amaro, Geru e Maruim, até chegar à Rua Lagarto. Através da doação feita por um de seus membros, João Dias de Oliveira, a igreja ganha sede própria. Na área onde seria lançada a pedra fundamental do templo, ergueu-se um salão 7×10 metros. Novamente, a igreja muda-se de local, desta vez, permanecendo no mesmo trecho. Entretanto, a igreja necessitava de um espaço ainda maior e mais equipado para seus membros.

O velho templo é demolido e uma nova estrutura é levantada, dando lugar ao atual templo da PIBA. Precursora da denominação Batista no Estado, a atual estrutura da PIBA nem de longe lembra a igreja de outrora. Hoje ela conta com gabinete pastoral, cozinha, quadra, berçário, ambulatório médico, gabinete odontológico, tesouraria, salas para ensino bíblico e santuário, onde são realizados os cultos.

A igreja possui também duas casas situadas na Rua Laranjeiras, que são interligadas ao templo e no município de São Cristóvão é proprietária de um amplo espaço para retiros espirituais (Acampamento Manaim). Apesar dos anos e das mudanças, a submissão a Deus permanece nos valores da PIBA. “Grandes coisas Deus fez por nós. E isto nos motiva a, primeiro, agradecer a Ele, porque de fato nos abençoou com toda sorte de bênçãos. Em segundo lugar somos desafiados a prosseguir, até porque não é aqui o lugar de nosso repouso ou descanso. Como povo e exército de Deus, temos que fazer nossa parte: que é a nossa obediência e fidelidade. Assim diz a Palavra em I Coríntios 4. 2: ‘Ora, além disso, requer-se dos despenseiros que cada um se ache fiel’”, frisou o pastor Jabes Nogueira.

Em 19 de setembro de 1913, eram apenas 13 pessoas na primeira e única Igreja Batista em Sergipe. Agora, são mais de sete mil nas 56 Igrejas Batistas em todo o Estado. Segundo a última assembléia ordinária de 30 de junho de 2009, somente a PIBA possuía um total de 1.482 membros espalhados na sua sede e congregações.

Estes números fizeram da PIBA a maior Igreja Batista no Estado. “Os números são importantes, porém o mais importante é o que somos. Somos a Igreja do Senhor Jesus Cristo e seu corpo. Somos conservadores dos ensinos e doutrinas bíblicas, razão pela qual, quase um século depois, continuamos crendo e procurando praticar o que nossos pioneiros nos legaram, que, sem dúvida, está fundamentado na palavra de Deus”, salientou o pastor Jabes Nogueira.

A forte atuação da Primeira Igreja Batista de Aracaju no campo social a tornou reconhecida em todo Estado de Sergipe. O Departamento de Ação Social – Serviço de Assistência Social Missionária Zênia Birznieck (Amizeb) – é um exemplo dessa grande atuação, já que encabeçou diversos projetos sociais, como o extinto Projeto Florescer que assistia meninas, entre cinco e 17 anos, em situação de risco; o Programa de Assistência ao Idoso (PAI), que oferece oficinas de pintura em tecido e bordado, exposições, passeios sociorecreativos, confraternizações e visita domiciliar aos idosos enfermos, e o Projeto Núcleo Escolar Manaim, que funciona desde o ano de 2000, no acampamento Manaim, em São Cristóvão. O núcleo tem sido uma grande benção, uma vez que a evasão escolar na localidade diminuiu consideravelmente. Ações como estas fizeram da PIBA uma igreja de destaque. Além do Departamento de Ação Social, outros ministérios e departamentos, como o Ministério de Música, de Educação Religiosa, de Juventude, de Patrimônio, Jurídico, de Evangelismo, de Finanças, de Som, Imagem e Iluminação e de Comunicação, contribuíram com a formação da PIBA, tornando-a uma igreja alicerçada em Cristo.

A PIBA possui em seu corpo pastoral forte atuação. A trajetória ministerial à frente da igreja por abençoados 43 anos levou ao Pastor Jabes Nogueira o reconhecimento de ‘Pastor Emérito da PIBA’. Seu caráter lhe conferiu o titulo de Cidadão Sergipano e Aracajuano e Medalha ao Mérito Aperipê, maior comenda de Sergipe, criada em 1972 para premiar pessoas e instituições que prestam contribuições relevantes ao Estado e ao país.

Hoje, a igreja é pastoreada pelo Pr. Paulo Sérgio dos Santos. Chamado desde criança para este ministério tem por meio do seu compromisso e submissão ao Deus Trino proclamado o Evangelho da Graça do nosso Senhor e Salvador Jesus à sociedade.